Perguntas e Respostas

Nossa eficiente equipe de consultores esclarece com rapidez e segurança suas dúvidas de forma clara e objetiva, através do serviço de envio de perguntas e resgates das respostas via internet. Você ainda troca experiências com profissionais de todo País, nos mais variados ramos de atuação e porte empresarial (empresas de grande, médio e pequeno porte; profissionais liberais etc.).

Somos especializados nas áreas: tributária, fiscal, contábil, societária, previdenciária e trabalhista.

Posição em 19/04/2019: Perguntas: 52.969 | Respostas: 55.885

PERGUNTA: LUCRO REAL - ATIVO IMOBILIZADO - CUSTO ATRIBUÍDO (DEEMED COST) - AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL

  • Pergunta n° 53702, postada em 15/4/2019, às 17:21

    Autor(a): *** (Maringa - PR)

    Boa tarde Não estamos com a mesma linha de entendimento em relação a resposta (56679) proferida para a pergunta (53677). De acordo com o § 1 do Art. 13 da Lei 12973/2014: "§ 1o O ganho evidenciado por meio da subconta de que trata o caput será computado na determinação do lucro real à medida que o ativo for realizado, inclusive mediante depreciação, amortização, exaustão, alienação ou baixa, ou quando o passivo for liquidado ou baixado." De acordo com a Revista da Receita Federal onde diz o objetivo da alteração da Lei citada acima: "Neutralizar os efeitos do ganho na AVJ na tributação com base no lucro real. Permitiu-se o diferimento da tributação do ganho desde que o aumento no valor do ativo ou redução no valor do passivo seja evidenciado contabilmente em subconta vinculada ao ativo ou passivo. Caso seja evidenciado em subconta, o ganho decorrente da AVJ será tributado à medida que o ativo for realizado, ou quando o passivo for liquidado ou baixado." E de acordo com a Solução de COnsulta nº 17 de 20 de março de 2018: "32. Ora bem. Com efeito, é de acentuar que, por meio de arguto estudo doutrinário publicado na Revista da Receita Federal, divulgada na internet, autorizadas vozes salientam que o art. 13 da Lei nº 12.973, de 2014, visa neutralizar os efeitos do ganho na Avaliação a Valor Justo na tributação com base no lucro real. Permite-se o diferimento da tributação do ganho, desde que o aumento no valor do ativo ou redução no valor do passivo seja evidenciado(a) contabilmente em subconta vinculada ao ativo ou passivo. Caso seja evidenciado em subconta, o ganho decorrente da Avaliação a Valor Justo será tributado à medida que o ativo for realizado, ou quando o passivo for liquidado ou baixado 1." Entendemos que o momento de tributação é efetuada na medida da realização do ativo. No nosso caso na medida da depreciação. Então vemos que o exemplo dado por vocês onde o lançamento de 5.000,00 é lançado na despesa e depois adicionado à Parte A do E-lalur anula o efeito tributário. Vemos que o lançamento seria diferente e seria nesse momento que seria tributado a parte realizada na medida da depreciação. Aguardamos vosso posicionamento quanto ao nosso entendimento.

Atenção!

Com fulcro no disposto no caput e inciso XIII do artigo 7º, e nos artigos 24, 29 e 101 a 184, todos da Lei nº 9.610/1998 (Direitos Autorais) e no artigo 184 do Decreto-Lei nº 2.848/1940 (Código Penal), na redação dada pela Lei nº 10.695/2003, é expressamente proibida, por qualquer meio, a reprodução parcial e/ou total de matérias exclusivas do site ContadorPerito.Com®, exceto a impressão e a citação ou referência bibliográfica de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Receba diariamente nosso boletim eletrônico.

Cadastre-se

Boletins enviados

« Página principal « Página anterior ^ Topo da página